• Redação

Venda de imóveis cresce na região do Grande ABC e abre oportunidades para investimento


Foto: Reprodução

Adquirir um imóvel se tornou mais acessível de 5 anos pra cá, principalmente quando as taxas de impostos e documentação também se tornam acessíveis.


Na região do Grande ABC, as oportunidades de compra também são um grande negócio, principalmente quando existe a possibilidade de dar uma boa entrada e financiar em baixas prestações decrescentes.


Em contato com Giovanna Lovatto, corretora da Lovatto Corretora de Imóveis, nos informou que mesmo na pandemia, a procura para compra e venda de imóveis aumentou em comparação ao primeiro trimestre do ano passado. "Olha, aumentou de forma surpreendente, duplicou o número de vendas, e digo mais, tem gente buscando imóvel tanto para investir quanto para morar. Não é burocrático como os outros pensam, pelo contrário, é bem tranquilo. Indicamos documentistas de nossa confiança para auxiliar no processo e sempre tivemos êxito. O tratamento com o cliente é muito importante, atenção e dedicação são duas coisas extremamente importantes que trato todos os meus clientes”, ressaltou Giovanna.


O mês de junho teve a maior alta no preço médio nas vendas de imóveis residenciais desde de agosto de 2014, de 0,57%, quando o crescimento médio mensal ficou em 0,68%. Nos meses anteriores, conforme o Índice FipeZap, o porcentual ficou em 0,48%, em maio, e 0,30%, em abril. A pesquisa é realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) com base nos anúncios de imóveis em 50 cidades.


O balanço parcial do primeiro semestre de 2021 aponta ainda para alta nominal de 2,17% no período. O índice é inferior à inflação de 3,82%, registrada neste intervalo de tempo, conforme o comportamento observado e esperado pelo IPCA/IBGE. A informação foi publicada no Boletim Focus do Banco Central do Brasil.



eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png