• Redação

Tite Campanella recebe grupo de mães do Centro de Triagem Neonatal e Estimulação Neurossensorial


O prefeito de São Caetano do Sul, Tite Campanella, recebeu em seu gabinete, nesta terça-feira (8/6), um grupo de mães do CTNEN (Centro de Triagem Neonatal e Estimulação Neurossensorial). O encontro contou com a presença do coordenador do serviço, Cristiano Gomes, do vereador Gilberto Costa e de um grupo de mães que falou sobre a ampliação do atendimento e do espaço físico do CTNEN, sobre o teste do pezinho ampliado, entre outros temas.

O CTNEN atua em três áreas: triagem neonatal e de doenças raras, transtornos de neuroaprendizagem e reabilitação. “É com grande orgulho, que podemos dizer que oferecemos uma variedade de serviços especializados, que envolvem além do CTNEN, a Fundação Anne Sullivan e a USCA (Unidade de Saúde da Criança e do Adolescente). Com certeza, isso nos possibilita ampliar o número de atendimentos integrados e tratamentos específicos. Somos reconhecidos na região com a cidade que melhor acolhe esses pacientes”, afirmou Tite Campanella.

A eficiência do serviço trouxe Luciana Corradine e sua família para São Caetano. “Há seis anos, deixei o município vizinho por falta de estrutura e acolhimento, para morar em São Caetano e ter acesso ao CTNEN. Minha filha, diagnosticada com síndrome de Pierre Robin e fenda palatina, faz terapia em vários locais de São Paulo e, por onde passo, escuto elogios ao nosso serviço e à equipe que aqui atua”, relatou Luciana.

“O Centro de Triagem presta um serviço excepcional. Fui muito bem acolhida e minha filha recebe um tratamento de excelência”, complementou Ana Paula Tozzato.

10 ANOS DE CTNEN

Segundo o médico e coordenador do Centro de Triagem, Cristiano Gomes, é um orgulho fazer parte destes 10 anos de história do CTNEN. “É um serviço que se destaca em toda região principalmente por ser um dos únicos a fazer o teste do pezinho e acompanhamento das crianças”, explicou Cristiano.

O Teste do Pezinho Ampliado, aprovado recentemente no senado, detecta doenças genéticas, congênitas, infecciosas e erros inatos do metabolismo e da imunidade. “Estaremos preparados para oferecer, a partir do ano que vem, o teste ampliado com mais de 50 patologias detectáveis”, explicou.

O vereador Gilberto Costa fez recentemente indicação ao Executivo para ampliações no espaço físico do Centro de Triagem sugerindo a transferência da Secretaria da Pessoa com Deficiência para outro espaço. “Melhorar é um ato contínuo e precisamos de mais espaço para atender as necessidades das famílias que utilizam o serviço”.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png