• Redação

Santo André lança Plano de Metas com objetivos para os próximos quatro anos

População pode participar de consulta pública e contribuir com sugestões

A Prefeitura de Santo André lançou nesta terça-feira (15) o Plano de Metas, iniciativa inédita que traça os principais objetivos da gestão para os próximos quatro anos. O documento estabelece 79 metas e 467 projetos principais para todas as áreas da administração pública no período 2021-2024.

“O lançamento do Plano de Metas representa um marco para a gestão pública da cidade, traçando objetivos de longo prazo que melhoram a vida do cidadão. A falta de planejamento nas últimas décadas levou a uma queda na qualidade dos serviços oferecidos aos munícipes e estamos mudando esse cenário”, afirmou o prefeito Paulo Serra.

O Plano de Metas está disponível no link https://www.santoandre500anos.com.br/planodemetas. Neste mesmo endereço o munícipe pode participar da consulta pública com sugestões para o documento, que passa por constantes atualizações.

Divididas em três bandeiras temáticas estruturantes (“Rumo aos 500 Anos”, “Santo André da Gente” e “Santo André, Eu Amo, Eu Cuido”) que se subdividem em 12 objetivos estratégicos, as metas dialogam diretamente com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estabelecidos pela ONU (Organização das Nações Unidas), trazendo para o município uma importante inovação em direção à sustentabilidade econômica, social, ambiental e institucional.

“Tal como as metrópoles mais avançadas do mundo, nossa cidade dá um passo essencial para garantir planejamento, execução e acompanhamento de todas as ações que pactuamos com a população. A principal finalidade é que o Plano de Metas norteie nosso trabalho para que o resultado seja mais qualidade de vida, oportunidades e melhores serviços públicos para toda a população”, afirmou o superintendente da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos, José Police Neto.

Contexto pandêmico – Em meio à preocupação da Prefeitura em apresentar soluções rápidas e eficientes para os diversos desafios trazidos pela Covid-19, o Plano de Metas também propõe objetivos específicos neste sentido, tanto do ponto de vista econômico como social, de forma a dar uma resposta à sociedade sobre quais caminhos a gestão deve seguir para mitigar os danos causados pelo atual contexto pandêmico.

“Estabelecemos, por exemplo, metas para aumentar nossa capacidade de atender os pequenos e microempresários com projetos voltados ao empreendedorismo, capacitação e fortalecimento de cadeias produtivas para reaquecer nossa economia e atravessarmos a crise o mais rápido possível”, explica Police Neto. Das 79 metas apresentadas, 23 são direcionadas para esta finalidade.

A próxima etapa do Plano de Metas, já em curso, é apresentar cada um dos 467 projetos orçamentados no documento, mostrando os bairros que serão beneficiados pelas intervenções e os impactos de cada projeto para os cofres públicos.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png