• Redação

São Caetano realiza 2ª etapa da Operação Tolerância Zero e emite 11 notificações a estabelecimentos


As Forças de Segurança de São Caetano do Sul realizaram no fim de semana (2 e 3/7) a segunda etapa da Operação Tolerância Zero, que tem objetivo de coibir a aglomeração de pessoas, o descumprimento do decreto estadual do Plano São Paulo, a desordem e a perturbação do sossego.

A ação foi realizada por meio de um planejamento entre as secretarias municipais de Segurança (Seseg), Planejamento e Gestão (Seplag), Mobilidade Urbana (Semob) e Saúde (Vigilância Sanitária). A ação teve apoio irrestrito da GCM (Guarda Civil Municipal), Polícia Militar e Polícia Civil.

Além da dispersão do público na rua e nas praças, bares e restaurantes foram lacrados pela aglomeração de pessoas e descumprimento do fechamento estabelecido pelo decreto estadual e municipal de combate ao coronavírus após as 21h.

“Dando continuidade à Operação Tolerância Zero (ação integrada das Forças de Segurança - Polícias Militar, Civil e GCM - com as secretarias municipais), a Prefeitura aproxima ainda mais a forma de trabalhar das Forças de Segurança e traz resultados bastante satisfatórios em termos de queda nos índices de criminalidade. Quem ganha com essa integração é a população de São Caetano. A Operação Tolerância Zero tem se tornado constante em São Caetano e não vamos sossegar em busca da ordem para os moradores da cidade”, explicou o secretário da Seseg, Jorge Martins Salgado.

AÇÕES

Como resultado desta segunda etapa da Operação Tolerância Zero, foi interditado um estabelecimento comercial, um estabelecimento foi lacrado e quatro autos de infração lavrados pela Vigilância Sanitária. Além disso, foram 11 notificações emitidas pelo Departamento de Controle Urbano: quatro estabelecimentos por ultrapassarem o horário permitido, uma interdição por aglomeração, seis notificados para encerrarem as atividades, 31 autuações de veículos e mais 3 recolhidos ao pátio.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png