• Gabriela Dutra

São Bernardo encabeça ranking regional e contabiliza saldo de 1.609 empregos em abril

Cidade liderou pelo terceiro mês consecutivo geração de empregos no ABC; dados oficiais são do Caged


Levantamento do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que a cidade de São Bernardo encabeça a geração de empregos com carteira assinada no Grande ABC em abril, registrando saldo positivo de 1.609 postos de trabalho criados. É o terceiro mês consecutivo de liderança no ranking regional. Os dados foram listados pelo Ministério da Economia e oficializados nesta segunda-feira (06/06). Foram 11.081 contratações no período ante 9.472 demissões no âmbito local, uma variação de 0,63%.

Os números dos últimos 12 meses são amplamente favoráveis dentro do rol federal, mostrando cômputo positivo de 13.556 empregos formais registrados na cidade. O resultado refere-se à diferença entre as admissões no período (127.251) e aos desligamentos (113.695), uma variação de 5,61% no intervalo de maio de 2021 a abril deste ano. Já o saldo no acumulado do ano, considerando o período de janeiro até agora, é marcado por 4.393 postos de trabalho, com 45.415 contratações e 41.022 demissões – variação de 1,75%.

O setor de serviços continua sendo a grande mola propulsora do êxito alcançado por São Bernardo no mês. Isso porque é responsável por 6.973 admissões em abril, representando 77% do total de contratações na cidade, contra 5.879 desligamentos, um saldo positivo de 1.094 empregos. Na sequência do quadro aparecem o setor de comércio, com 2.206 carteiras assinadas, um saldo de 309, de indústria, concentrando 1.130 admissões, e construção civil, que registra 765 contratações no período.

“É uma satisfação enorme identificar mais uma vez números significativos da cidade mesmo em cenário de recuperação econômica diante da pandemia. São Bernardo tem adotado medidas efetivas para impulsionar a geração de oportunidades, emprego e renda, até por entender que a Covid trouxe um panorama de dificuldade social a série de famílias. Ampliamos, por exemplo, as vagas para cursos de qualificação profissional junto ao Senac, o que acarreta um impacto na inserção no mercado de trabalho”, afirmou o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Trabalho e Turismo, Hiroyuki Minami.

Além de contabilizar grade de cursos de capacitação aliada à criação de incentivos fiscais, o volume positivo de São Bernardo formalizado pelo Caged pode ser atrelado ainda ao sucesso gerado pelo feirão de emprego concretizado no dia 8 de março na Esplanada do Paço Municipal, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, voltado exclusivamente ao público feminino, e que reuniu cerca de 5.000 pessoas interessadas – a maioria das empresas consolidou processo seletivo, estendendo o prazo de admissões.

APOIO – Outro ponto de destaque vinculado ao fomento de geração de emprego em São Bernardo é a atuação da CTR (Central de Trabalho e Renda). O órgão opera, na prática, como parceiro das empresas da cidade para auxiliar na recolocação no mercado, facilitando a ligação entre a iniciativa privada e quem está em busca de trabalho formal. A agência fica na Rua Padre Lustosa, 48, no Centro, com atendimento de segunda a quinta-feira, das 8h às 17h, e às sextas-feiras, das 8h às 15h. Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (11) 2630-7600/7618.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png