• Victor Oliveira

Representantes de São Carlos visitam Santo André para conhecer programa Moeda Verde

Equipe do interior paulista deseja implantar iniciativa semelhante na cidade


Moradores do Núcleo Pintassilva receberam nesta sexta-feira (13) a visita de representantes da prefeitura e da Câmara Municipal de São Carlos, cidade do interior de São Paulo, que vieram conhecer mais sobre o programa Moeda Verde.

A comitiva era formada pelo secretário de Agricultura e Abastecimento, Wellington Fábio Cervini; por representante da Secretaria de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação; pela Chefia de Gabinete da prefeitura; e pelo vereador Rodson Magno do Carmo. Todos foram recebidos pelo superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Gilvan Junior, e pela presidente do Fundo Social de Solidariedade de Santo André, Ana Claudia de Fabris.


A proposta da agenda foi conhecer melhor a sistemática de funcionamento do programa andreense que troca alimentos por resíduos recicláveis em 21 comunidades carentes, e que é realizado em parceria pela Prefeitura, Semasa e Banco de Alimentos. Desde que foi criado, em 2017, o programa Moeda Verde se tornou exemplo de iniciativa pública e tem atraído representantes de municípios e autoridades de todo o país.

Recentemente, representantes de Leme estiveram nas trocas do Núcleo Homero Thon acompanhando o programa. Segundo os representantes de São Carlos, o objetivo é implementar projeto semelhante na cidade o mais breve possível, fortalecendo a gestão de resíduos sólidos local. Ainda neste ano, duas novas comunidades serão contempladas com o início das trocas.

Desde o início das ações, mais de 644 toneladas de resíduos recicláveis foram entregues pela população. Em troca, quase 129 toneladas de alimentos frescos do tipo hortifrúti já foram distribuídos.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png