• Victor Oliveira

Prefeitura de Santo André deflagra Operação Ferro Velho e interdita dois estabelecimentos

Ação contou com a atuação da Guarda Civil Municipal, Departamento de Controle Urbano e Semasa, além das Polícias Militar e Civil


A Prefeitura de Santo André desencadeou mais uma Operação Ferro Velho na manhã desta terça-feira (28) em seis bairros da cidade. A operação interditou dois estabelecimentos por conta de problemas envolvendo a documentação e permissão de funcionamento. Um dos locais interditados, que fica na avenida Prestes Maia, altura do número 3.500, chamou a atenção das autoridades policiais pois mantinha funcionamento 24 horas durante toda a semana.

O outro local interditado fica na rua das Amoras e também foi lacrado pelas autoridades públicas por problemas administrativos de documentação, alvará de funcionamento e também falta de AVCB. A ação desta terça foi realizada após mapeamento da GCM (Guarda Civil Municipal), Departamento de Controle Urbano e Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), com apoio da Polícia Militar e Polícia Civil.


Para a realização da Operação Ferro Velho a administração municipal mobilizou duas equipes, concentrando a atuação nas primeiras horas da manhã. A ação desta terça prosseguiu durante toda a manhã na Vila Príncipe de Gales, Núcleo Tamarutaca, Vila Palmares, Vila Sacadura Cabral e bairro Campestre. No total, dez locais foram vistoriados, sendo dois deles lacrados, três notificados, um recebeu orientação, um autuado pelo Semasa e três deles estavam fechados no momento da operação.

A realização destas ações visa coibir o furto de grelhas de bueiros, tampões de ferro, grades, portões residenciais, lixeiras e fios de cobre. Os locais estão inseridos em um mapeamento direcionado realizado pela GCM. Este tipo de crime é previsto no Código Penal, no artigo 180, e prevê detenção de um a quatro anos em caso de flagrante, além de multa, para quem comete o crime e para quem revende este material.

“Recebemos denúncias nos diversos canais de atendimento ao cidadão e sempre estamos atentos a este tipo de delito que vem ocorrendo em algumas partes da cidade. À medida que damos uma resposta com as forças policiais e as autoridades fiscalizatórias da Prefeitura, este número tende a diminuir cada vez mais", destacou o secretário de Segurança Cidadã, Edson Sardano.

O Semasa realiza orientação junto à população no sentido de coibir este tipo de delito na cidade. Panfletos são entregues orientando munícipes e comerciantes para que não comprem ou vendam ralos, grelhas, portões ou grades sem verificar qual é a procedência.

A orientação da autarquia é para que, caso a população verifique a ausência desses materiais ou flagre casos de furtos, que ligue para a central de atendimento do Semasa (0800-4848-115) ou envie mensagem por meio do site www.semasa.sp.gov.br no link Fale Conosco. Há ainda a opção de entrar em contato com a GCM por meio do número 153 ou pelo telefone 4428-1700.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png