• Redação

Prefeitura de São Caetano inicia Curso de Cuidadores de Idosos



A Prefeitura de São Caetano do Sul iniciou nesta segunda-feira (13/6) o Curso de Cuidadores de Idosos. O objetivo é formar profissionais para auxiliar na promoção do envelhecimento saudável, considerando as características da pessoa assistida e as orientações da equipe multiprofissional, além de preservar e valorizar a ética, a convivência social e familiar, a independência e a autonomia do idoso.

O curso será presencial para aulas práticas, no CISE (Centro Integrado de Saúde e Educação) da Terceira Idade João Nicolau Braido, no Bairro São José, e online para o conteúdo teórico, de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h - a carga total é de 160 horas. São 30 alunos, que se inscreveram em maio. O investimento é de R$ 15,7 mil, provenientes do Fundo Municipal do Idoso.

O início do curso, no anfiteatro do no CISE, contou com a participação do prefeito José Auricchio Júnior, dos secretários de Saúde, Regina Maura Zetone, e de Assistência e Inclusão Social, Thiago Mata, da coordenadora da Comtid (Coordenadoria Municipal da Terceira Idade), Lucila Lorenzini, de vereadores e do deputado estadual Thiago Auricchio.

O chefe do Executivo falou sobre a importância da capacitação dos cuidadores. “Este é um segmento que irá auxiliar muita gente, além de abrir mais um novo mercado de trabalho. Ainda não existe regulamentação de profissão para os cuidadores de idosos, mas sabemos que há idéias de se criar uma nova profissão no Congresso Nacional”, ressaltou Auricchio.

A secretária de Saúde lembrou, ainda, que trabalhar diretamente com o idoso é algo que vai além de uma profissão. “Cuidar de um idoso é um ato de amor para com o próximo. Profissionalmente, é também uma área em ascensão. Nosso município, por exemplo, tem 24% da população acima de 60 anos. São pessoas que precisam de cuidados especiais, que muitas vezes as pessoas da própria família não conseguem atender”, complementou Regina Maura.

“É um curso de grande valia para a retomada pós-pandemia, em que teremos a oportunidade de capacitar as pessoas para inseri-las ou reinseri-las no mercado de trabalho, em uma área que cada vez mais necessita de bons profissionais”, afirmou Thiago Mata.

O conteúdo programático da formação conta com temas como perfil da população idosa; atividades de vida diária (AVDs); envelhecimento ativo; dependência, independência e autonomia do idoso; autocuidado do idoso; fatores de risco para pessoa idosa, prevenção e cuidados; mobilidade funcional reduzida; ações de prevenção frente a situações de vulnerabilidade social, psicológica e física; atividades de lazer e de ocupação do tempo livre; e comunicação com a pessoa idosa, membros da família e equipe multiprofissional; primeiros socorros; e mercado de trabalho, entre outros.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png