• Victor Oliveira

Pesquisa aponta aprovação na qualidade da merenda escolar em Santo André

Pontuação garantiu ao setor alto grau de satisfação na avaliação dos moradores


De acordo com pesquisa da Indsat (Indicadores de Satisfação de Serviços Públicos), Santo André registra crescente melhoria na satisfação dos moradores em relação à merenda escolar da cidade. A nota obtida no levantamento de janeiro deste ano, de 681 pontos, foi a mais alta registrada desde novembro de 2020, ultrapassando a média das CGPs (Cidades de Grande Porte), de 674 pontos, e apresentando salto em relação aos levantamentos realizados em outubro de 2021, quando atingiu 660 pontos.

De acordo com o estudo, com as avaliações dos moradores de Santo André, a merenda foi classificada em 6º lugar no ranking doméstico da Indsat, que avalia 16 serviços públicos da cidade. A pontuação garantiu ao serviço o Alto Grau de Satisfação. “A merenda da nossa cidade deu um salto de qualidade. Temos o cuidado e a preocupação de servir aos nossos alunos refeições saudáveis, balanceadas, respeitando as necessidades nutricionais, e com total transparência. Por isso, compartilhamos com as famílias o cardápio oferecido às crianças por aplicativo de mensagens, para que saibam tudo o que é servido aos alunos da rede”, destacou o prefeito Paulo Serra.

Para a secretária de Educação, Cleide Bochixio, o programa Merenda Legal, desenvolvido sob a supervisão das nutricionistas da Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André), garante que todos os alunos sejam atendidos com os nutrientes diários necessários para manter a saúde e a disposição dos estudantes.


“Atender as crianças que precisam de alimentação especial é algo extremamente importante para o desenvolvimento saudável de todos. Ficamos felizes com a melhora no resultado da avaliação, porque fizemos em conjunto com a Craisa um trabalho de esclarecimento às famílias e aos educadores sobre a importância do hábito de consumir alimentos saudáveis para a saúde dos alunos. Essa iniciativa integra o processo educativo", destacou Cleide Bochixio.

A pesquisa aponta também que, assim como os critérios de satisfação, a aprovação da merenda também aumentou no período, saltando de 53,8% em outubro de 2021 para 57,1% em janeiro deste ano, resultado de 8% de ótimo e 49,1% de bom. A rejeição, que diminui entre os meses de outubro e janeiro, fechou o levantamento da Indsat com 15,8% (7,1% de ruim e 8,7% de péssimo), menos que o observado no final do ano anterior, com 17,9%.

“O resultado desta pesquisa mostra que estamos no caminho certo a partir da reestruturação da qualidade da merenda. Em Santo André, até os três anos, os alunos não têm contato com açúcar dentro da rede escolar municipal e, além disso, ofereceremos atendimento especial aos alunos com necessidades nutricionais específicas, entre outras medidas”, reforça o superintendente da Craisa, Reinaldo Messias.

A Indsat mede a satisfação de 16 serviços públicos, além da atuação dos governos municipal, estadual e federal. A partir dos critérios de “ótimo, bom, regular, ruim e péssimo”, obtém-se uma classificação que qualifica o município o conforme o grau de satisfação do serviço estudado.

Programa Merenda Legal – As refeições nas creches e Emeiefs incluem desjejum, almoço para as turmas da manhã e da tarde, e lanche da tarde. O programa oferece ações de Educação Alimentar e Nutricional. Um dos diferenciais da iniciativa é o atendimento aos alunos com necessidades nutricionais específicas, como os que apresentam doença celíaca, diabetes, alergias, obesidade, intolerâncias, dentre outras. Estes estudantes recebem alimentos produzidos especialmente para atender suas necessidades.

Além disso, a Prefeitura de Santo André realiza ações com foco no combate ao sobrepeso e à obesidade das crianças da rede municipal de ensino, como o Programa de Alimentação Escolar, que visa fornecer alimentação saudável, adequada, variada e segura, respeitando a cultura, a faixa etária e garantindo a segurança alimentar e nutricional dos alunos durante o período de permanência na escola.

A partir de uma iniciativa da Secretaria de Educação e da Craisa, responsáveis pelos estudantes da rede municipal recebem, via WhatsApp, a composição das refeições que o aluno faz na escola. O programa tem como finalidade oferecer cardápio de qualidade, destacando os valores nutricionais, de forma transparente.

Todos os responsáveis têm acesso às informações via WhatsApp ou no site da Prefeitura. Além disso, o cardápio permanece fixado nas cozinhas das escolas e disponibilizado para a comunidade escolar, conforme Resolução FNDE Nº 06/2020. As referências nutricionais são baseadas na Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), 2004; e as referências de Carboidrato, Proteína e Lipídio de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 2004 e 2007.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png