• Redação

Pedrinho Botaro é reeleito presidente da Câmara em Santo André



Sem surpresas na votação, o atual presidente da Câmara de Santo André, vereador Pedrinho Botaro (PSDB), foi reeleito para comandar a mesa diretora por mais dois anos. O tucano governista obteve 19 crivos dos 21 possíveis na disputa interna. Ele irá compôr a chapa que teve Edilson Santos (PV) como vice, Eduardo Leite (PT) de primeiro secretário, Evilasio Santana, o Bahia (PSDB), na condição de segundo secretário e Samuel Dias (PDT), terceiro secretário.

Retornando ao Legislativo depois de 16 anos, Ricardo Alvarez (Psol) se colocou como alternativa à chapa presidida por Pedrinho, com o petista Wagner Lima de vice, e sem os outros postos da mesa. O bloco recebeu duas adesões. A bancada do PT, formada por dois parlamentares, votou rachada. Wagner apoiou a empreitada de Alvarez e, num manifesto similar ao do vereador do Psol, anulou os demais votos da composição, incluindo a possibilidade de crivo em Eduardo Leite, que irá ocupar cargo na disposição.

“Não vejo problema”, amenizou Eduardo. “Eu sequer sabia que o Wagner iria se colocar como candidato”, justificou. Na mesa, o petista vai ficar fora da presidência da comissão permanente de Justiça e Redação.

A composição entre PSDB e PT para a mesa, apesar de criticada por segmentos de ambas as legendas, segue histórico de outros pleitos internos. Na legislatura anterior, que se encerrou no dia 31, por exemplo, as duas eleições tiveram representação petista na mesa. O último biênio, já com Pedrinho à frente, registrou três espaços entre as cinco cadeiras.

A disputa ocorreu, conforme regimento interno da Câmara, logo após a cerimônia oficial de posse do prefeito Paulo Serra (PSDB), do vice Luiz Zacarias (PTB) e dos 21 parlamentares.

“Foi composição não tão simples, pois tivemos renovação grande (nesta legislatura), muitos chegando e querendo levantar bandeiras (partidárias). Mas houve bastante diálogo. Acredito que ajudou a passagem já por dois anos, a maioria conhece o trabalho, capacidade de trabalho, além da reeleição do prefeito, aprovação das urnas”, avaliou Pedrinho, acrescentando que tem como objetivo fazer contrato de aluguel, implantar sistema de monitoramento de segurança e iniciar discussão sobre carros oficiais - há proposta de fazer aluguel de veículos, como acontece em algumas câmaras do Grande ABC.


fonte: Diário do Grande ABC

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png