• Redação

Operação Cobertor que Salva intensifica atendimento a pessoas em situação de rua em São Bernardo

Prefeito Orlando Morando acompanhou, na noite desta terça-feira (22/6), trabalho de abordagem e acolhida feito aos moradores de rua durante o inverno

No primeiro dia de inverno, a Prefeitura de São Bernardo deu início a mais uma edição da Operação Cobertor que Salva, ação que visa intensificar o atendimento feito às pessoas em situação de rua no período mais frio do ano. Até o próximo dia 21 de setembro, a equipe do serviço de abordagem da Secretaria da Assistência Social ampliará sua atuação em todo o território do município, durante 24 horas, em especial nas madrugadas, convidando a população que está nas ruas para pernoitar nos abrigos ofertados pela administração.


Prefeito de São Bernardo, Orlando Morando acompanhou a operação na região central da cidade na noite desta terça-feira (22/6) e destacou a importância do serviço. “Temos uma política permanente de atenção a essa população que se encontra em situação de rua, mas no inverno é preciso intensificar esse trabalho, que é fundamental para evitar incidentes de mortes por hipotermia. A Prefeitura oferece 180 vagas para pernoite, podendo ampliar esse número caso haja necessidade”, ressalta.


As vagas para pernoite ofertadas às pessoas em situação de rua foram distribuídas em dois pontos: 150 no Centro de Acolhimento 24 horas (casa de passagem) e 30 na moradia provisória (república). O secretário da Assistência Social, André Sicco, explica que as unidades oferecem camas, banho quente e alimentação a essa população mais vulnerável. “Todos têm direito a levar seus pertences em bolsas ou mochilas. O encaminhamento é feito àqueles que aceitam, de forma respeitosa e humanizada”, diz.


ATENDIMENTO PERMANENTE – A Prefeitura de São Bernardo oferta à população em situação de rua atendimento especializado no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro Pop), Centro de Acolhimento 24 horas (Casa de Passagem), Centro de Convivência e Moradia Provisória (República), além de serviço especializado em abordagem social.


O Centro Pop possui uma equipe técnica especializada de referência, com assistentes sociais e psicólogos, que acompanham os usuários referenciados com atendimentos que buscam o desenvolvimento de sociabilidade, resgate e fortalecimento de vínculos interpessoais e/ou familiares, com elaboração de plano individual de atendimento pensado em conjunto com o indivíduo para projetos de vida que possibilitem a superação da situação de rua.


O Centro de Acolhimento 24 horas de São Bernardo está localizado na Rua Tapajós, 10, Centro, e tem capacidade para receber 110 homens, 20 mulheres e 20 idosos. Há ainda oferta diária de café da manhã, almoço, café da tarde e jantar, serviços de saúde e espaço de convivência, área para banho e kit de higiene e local para lavagem de roupa. O espaço oferece ainda abrigo para carrinhos e canil. Durante a pandemia, houve reforço dos protocolos sanitários no local. Os indivíduos são submetidos à lavagem das mãos e uso de álcool em gel e as refeições são realizadas em sistema de revezamento, em grupos, para manter o distanciamento.


Já a moradia provisória, serviço com característica de república, oferta 30 vagas masculinas, destinadas a adultos e idosos que utilizam espaços públicos como forma de moradia e/ou sobrevivência. Apresenta estrutura de acolhimento por período a ser definido entre usuário e técnico de referência do Centro Pop, considerando as pactuações construídas através do Plano Individual de Atendimento em relação ao seu projeto de vida. O acesso ao serviço se faz mediante encaminhamento do Centro Pop.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png