• Redação

Novo vídeo do Coro da Cidade encerra projeto Adoniran e Santo André

Coro gravou a versão em português da canção ‘Sorri’, de Charles Chaplin; música será lançada nas redes sociais no dia 31


A Associação Coro da Cidade de Santo André lança neste domingo (31) uma nova gravação em homenagem a Adoniran Barbosa. Trata-se da versão João de Barros para o português da canção ‘Sorri’, de Charles Chaplin, com arranjos do maestro Roberto Ondei. O clip poderá será exibido nos perfis do Coro de Santo André no YouTube, Facebook e Instagram.

O novo trabalho encerra a programação do projeto Adoniran e Santo André, idealizado pela Associação em parceria com a Prefeitura, que resgata a história e homenageia o músico que morou por alguns anos na cidade. “Acabei escolhendo esta música por que a vida do Adoniran foi muito difícil. Ele só fez sucesso no fim da vida e sempre teve uma tristeza pelo fato de suas composições não terem sido valorizadas na época dos lançamentos. Apesar disso, ele sempre sorriu e manteve o bom humor”, afirma o maestro. O novo clip trará ainda

fotos e informações sobre a vida de Adoniran.

Além do novo clip, em 2021 o projeto Adoniran e Santo André contou com outros trabalhos. Os primeiros foram os vídeos com as músicas ‘O casamento do Moacir’, do próprio Adoniran e ‘Amanhã’, de Guilherme Arantes. Em seguida, o conjunto Demônios da Garoa esteve no Teatro Municipal de Santo André Maestro Flavio Florence para a gravação da canção ‘Samba no Bexiga’, à qual posteriormente foram incluídas as vozes do Coro da Cidade.

Outros trabalhos que integram o projeto realizados durante o ano foram o vídeo com a canção ‘Iracema’, que contou com a participação do Duo Othoá, formado por Mari Claro e do maestro Henrique Villas Boas; e o 2º Encontro Internacional de Coros Virtuais, realizado no final de outubro e que contou com a apresentação registrada em vídeo de 17 coros do Brasil e dos outros cinco continentes.

Projeto Adoniran e Santo André – Adoniran Barbosa, nome artístico de João Rubinato, nasceu na cidade de Valinhos (SP) em 6 de agosto de 1910. Entre os anos de 1926 e 1930 o cantor e compositor morou em Santo André, de onde ia pra São Paulo para se encontrar e fazer música com seus parceiros musicais. Para lembrar este período e homenageá-lo neste ano de 2021 a Associação Coro da Cidade de Santo André realizou, em parceria com a Prefeitura da cidade, o projeto “Adoniran e Santo André”

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png