• Redação

Moedas fortes, estratégia e sistemas automatizados garantem segurança no mercado futuro de câmbio


Economista André Granha, trader italiano Giulio Matacchioni e o empresário Alexandre Castro

Com alta liquidez, o mercado futuro de câmbio estrangeiro é uma

excelente opção para fugir do risco-país, que chegou a 175 pontos no mês

passado. A prática de ter parte da carteira de investimentos em moedas

de países com economias fortes e seguras, é comum nos Estados Unidos,

Europa e Ásia desde 1970. Mas no Brasil, investimentos neste gigantesco

mercado, que movimenta aproximadamente 6 trilhões de dólares por dia, se

tornaram mais expressivos apenas em 2018.


Neste mercado ainda incipiente no território nacional, a EA Investment,

grupo econômico de tecnologia e correspondente cambial registrado pelo

Banco Central em operação desde 2019, conta com o peso da experiência do

trader sênior e professor Giulio Matacchioni. O italiano formado pela

London Academy of Trading, considerada uma das melhores do mundo na

área, empresta seu know how para formatação de sistemas automatizados,

que fazem a gestão do capital dos clientes da EA Investment nas bolsas

durante 24h.



“O sistema trabalha para escolher o momento perfeito para investir. Para

validar o sistema é levado em consideração o cenário do mercado de

câmbio de anos passados e então é feito o back test, que roda esse

sistema em uma conta demo, antes de rodar em uma conta da EA. O sucesso

é definido 10% pela estratégia, 20% pela gestão do capital e 70% pelo

fator psicológico. O sistema não tem emoção e com essa automatização

ganhamos mais do que perdemos com consistência”, explicou Giulio.


André Granha, economista com experiência de mais de 20 anos no mercado

de fusões e aquisições (M&A), é sócio fundador da EA Investment. Ele

destacou algumas vantagens de se investir neste mercado em comparação

com o mercado de renda fixa.


“É um mercado que te tira do risco Brasil, pois nada do que acontece

aqui é relevante para esse mercado. Trabalhamos com Dólar, Euro, Dólar

Canadense, Franco-Suíço e outras moedas sólidas de países com risco

político baixo. É renda variável, mas sabendo trabalhar de forma

profissional o rendimento é muito maior”, disse.


Alexandre Castro, sócio diretor de nove unidades da Wizard há 20 anos,

investidor e atualmente sócio da EA Investment no Rio, passou a apostar

nas operações de trading com a EA Investment em 2019 e ficou surpreso.


“Entrei como investidor e cliente, querendo diversificar meus

investimentos. Estava em busca de uma forma de rentabilizar com

segurança. Vi que os pagamentos da rentabilidade foram pagos e uma vez

fiz o resgate total. Como o resultado foi satisfatório, continuei

investindo”, contou.


Atualmente a EA Investment tem escritórios em Campinas, na Itália e no

Rio.

Os investimentos sob a gestão da empresa rendem em média 24% ao

ano.


Site: www.eainvestment.com.br/

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/ea-investment

Instagram: https://www.instagram.com/ea_investment/

Facebook: https://www.facebook.com/eaInvestmentbr

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png