• Redação

Mauá implanta 'Operação Lockdown Noturno'


A Prefeitura de Mauá, preocupada com os avanços da pandemia na cidade e em busca de garantir as normas sanitárias vigentes, mesmo que de maneira temporária, implantou neste fim de semana a 'Operação Lockdown Noturno'. Cerca de 100 agentes públicos, entre Guardas Civis Municipais e fiscais de diversos setores da administração, intensificaram as fiscalizações para o cumprimento das regras dos decretos municipais 8847 e 8849, que valem até o dia 7 de março.


Queremos preservar vidas. É importante que as pessoas entendam que a pandemia se agravou e precisaremos adotar ações mais rígidas em alguns momentos para proteger o próximo. Não queremos sair multando e fechando estabelecimentos. Precisamos ter a consciência de que essa luta contra a Covid é de todos. Apenas unidos vamos conseguir passar por esse momento delicado”, explicou o prefeito Marcelo Oliveira.


Na operação iniciada por volta das 18h deste sábado, cerca de 200 estabelecimentos foram visitados pelas equipes da GCM e da Vigilância Sanitária - 155 deles foram fechados, foram lavrados 12 termos de intimação, 6 autos de infração e um deles multado e lacrado. Os agentes também interromperam dois bailes funks, nos jardins Cerqueira Leite e Oratório, e uma festa em buffet no Jardim Primavera.


O estabelecimento lacrado e multado é um bar na rua Jairo França, no Jardim Mauá, onde foram apreendidos 12 equipamentos de narguilé, que além de ser proibido por lei em estabelecimentos comerciais, ainda pode ser um importante veículo de contaminação pelo coronavírus, pois em sua utilização as pessoas compartilham o mesmo bocal.


Estamos empenhados em evitar as aglomerações e garantir uma circulação mais responsável e cuidadosa das pessoas neste período de agravamento da pandemia. A colaboração da população será importante para garantirmos o bem maior da população, que é a vida”, comenta o comandante da GCM, Cícero Oliveira.


Lockdown noturno

É importante lembrar as regras que estão valendo até 7 de março em Mauá:

Das 23h às 4h só será permitida a circulação de pessoas nos casos de urgência e emergência.


O encerramento das atividades comerciais deverá ser às 21h.

A medida não se aplica a:

•Hospitais públicos e privados

•Serviços de saúde de urgência, emergências e farmácias.

•Atividades industriais

•Atividades de delivery

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png