• Redação

Guarda Civil Municipal de São Bernardo dispersa 1.450 pessoas em festas irregulares no fim de semana

Foram dez pancadões desmobilizados entre sexta-feira e domingo; estabelecimento que promovia aglomeração de pessoas sem máscara foi lacrado

A Prefeitura de São Bernardo, por meio da Guarda Civil Municipal (GCM), encerrou neste fim de semana dez festas realizadas em vias públicas de forma irregular, por meio da Operação Toque de Recolher. A ação visa fiscalizar o cumprimento das medidas sanitárias para contenção do avanço da pandemia. Entre sexta-feira e domingo (25 e 27/06), foram 1.450 pessoas, no total, dispersadas pelos agentes de segurança. Em um dos pancadões foi necessário o uso de munição química.


No período, a Guarda Civil Municipal também atendeu outros 392 chamados de perturbação do sossego. Na madrugada de sábado, uma tabacaria localizada no bairro Ferrazópolis foi lacrada pela Secretaria de Obras e Planejamento Estratégico por infração das medidas sanitárias, entre outras irregularidades. Na madrugada de segunda-feira, o mesmo local foi flagrado em funcionamento, a despeito da lacração, e o gerente do estabelecimento foi encaminhado para o 1º DP para prestar esclarecimentos.


Durante a operação, houve também a dispersão de aglomeração em eventos irregulares realizados no Jardim Calux, Baeta Neves, Bairro Ahcieta, Vila São José, Jardim João de Barros, Bairro Alves Dias, Jardim Cláudia, Ferrazópolis, Cooperativa, Cafezais e Vila Esperança.


“A Guarda Civil Municipal continua fiscalizando para cumprir o decreto que regulamenta a Operação Toque de Recolher. Não podemos baixar a guarda. Estamos avançando com a vacinação contra a Covid-19, mas seguimos combatendo pancadões e festas irregulares, que promovem aglomerações de pessoas, sem máscaras e sem qualquer cuidado sanitário”, destacou o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando.


MAIS FISCALIZAÇÃO - No fim de semana, a Guarda Civil Municipal abordou 1.450 veículos e promoveu orientação em relação ao Toque de Recolher, que ocorre das 22h às 4h. No período do Toque de Recolher, está autorizada apenas a circulação de pessoas que estejam a caminho de serviços de urgência e emergência, farmácias, hospitais veterinários, bem como trabalhadores da indústria, telecomunicações e segurança.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png