• Redação

Guarda Ambiental de São Bernardo interrompe desmatamento no Grande Alvarenga

Dois indivíduos foram detidos em flagrante durante ação de fiscalização realizada pela Prefeitura

Mesmo diante da pandemia da Covid-19, a Prefeitura de São Bernardo não tem dado trégua para quem comete crimes ambientais na cidade. Desta vez, equipes da Guarda Ambiental interromperam ação de desmatamento clandestino flagrado em área considerada de preservação permanente, na região do Grande Alvarenga. Dois indivíduos foram detidos na ação.

O caso ocorreu na última segunda-feira (26/04), no Jardim Las Palmas, às margens da Represa Billings, onde os dois infratores realizavam a supressão de árvores nativas com uma motosserra, o que caracteriza-se como atividade irregular e criminosa.

A ação destruiu parte da vegetação nativa, o que resultou na aplicação de multa no valor de R$ 3.033 pelo desmatamento irregular e uso de motossera. Após a intervenção da guarda, a área devastada foi interditada para regularização e recuperação dos danos causados ao meio ambiente.

O caso foi registrado na Delegacia de Investigação de Infrações e Crimes contra o Meio Ambiente de São Bernardo (Dicma), onde os infratores ficaram à disposição da Justiça.


Em menos de uma semana, esta é a segunda ação de desmatamento interrompida pela Guarda Ambiental de São Bernardo. No dia 21 de abril, os agentes da corporação também frustraram a destruição de área considerada de preservação permanente, na região do Pós-Balsa.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png