• Redação

Grande ABC decide manter restrições contra Covid-19

Tema foi pauta de assembleia mensal do Consórcio ABC


Os prefeitos do Grande ABC discutiram, nesta quinta-feira (12/8), a manutenção das restrições de horários e capacidade de ocupação das atividades de comércio e prestação de serviços na região. O assunto foi pauta de assembleia do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada por videoconferência.


O objetivo é conter o avanço da variante delta do novo coronavírus e aguardar a ampliação da cobertura da vacinação. A partir da próxima terça-feira (17/8), o Plano São Paulo, elaborado pelo Governo do Estado, permitiria o fim de todas as restrições.


Conforme definido em assembleia, Santo André, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra vão manter, até 31 de agosto, a capacidade de estabelecimentos limitada em 80% e horário de funcionamento das 6h até 0h. São Bernardo do Campo vai manter as atividades econômicas, das 6h às 22h, com tolerância até as 23h, e capacidade máxima de ocupação de 60%. São Caetano do Sul vai analisar a resolução ainda nesta quinta-feira.


O presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, afirmou que os municípios vão continuar observando o número de casos de Covid-19 e de pessoas vacinadas antes de avançar nas flexibilizações.


“O Grande ABC vai seguir com muito cuidado, com a mesma coerência que as sete cidades têm mantido desde o início da pandemia, avaliando com tranquilidade e assertividade a evolução dos números na nossa região”, afirmou Paulo Serra.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png