• Gabriela Dutra

Governo do Estado mantém exigência de máscara em espaços abertos

Municípios do Grande ABC já haviam decidido pela manutenção em assembleia do Consórcio ABC




O Governo do Estado de São Paulo decidiu, nesta quinta-feira (2/12), manter a exigência do uso de máscara em espaços abertos. A medida segue deliberação das prefeituras do Grande ABC, que já haviam decidido pela obrigatoriedade da proteção facial contra a Covid-19 na última assembleia do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, realizada no início de novembro.


A nova decisão do governo estadual atende a recomendação do Comitê Científico, após a confirmação da variante ômicron do coronavírus em São Paulo. O Governo do Estado previa a flexibilização da medida a partir do próximo dia 11.


Na recomendação feita ao Governo de São Paulo, o Comitê Científico apontou que há incertezas quanto ao impacto da variante ômicron às vésperas do fim de ano. Os períodos de Natal e do Réveillon costumam provocar grandes aglomerações, o que facilita a transmissão de doenças respiratórias como a Covid-19.


Na última assembleia do Consórcio ABC, os prefeitos da região avaliaram que, mesmo com indicadores sinalizando tendência de queda da pandemia na região, ainda é imprescindível a proteção e o cumprimento dos protocolos sanitários. Na ocasião, o colegiado havia decidido manter a obrigatoriedade das máscaras até, pelo menos, o fim deste ano.


O secretário-executivo do Consórcio ABC, Acacio Miranda, ressaltou que a decisão dos prefeitos considerou as incertezas sobre o impacto da variante em um período em que Natal e Réveillon causam aglomerações.


“O Grande ABC tem como prioridade a saúde pública e a vida das pessoas. A manutenção do uso de máscaras é necessária para que os indicadores da pandemia continuem em queda”, afirmou Acacio Miranda.

Foto: Angelo Baima/PSA

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png