• Futricando

Ex-atriz pornô, Vanessa Danieli prepara biografia e revela distúrbio de personalidade


A ex-atriz pornô Bárbara Costa finalizou nesta semana uma biografia que contará a história de sua passagem pelo cinema adulto. Atualmente apostando em seu canal no YouTube Barbaridade Nerd, ela conta que ainda sofre preconceito por seu passado, mesmo usando o nome de registro Vanessa Danieli. Em seu livro, ela conta como deu a volta por cima e assume que se arrepende de ter gravado as cenas.


“O pornô é pesado, é algo que mexe muito com o psicológico. Eu fiquei doente, me arrependo de tudo. Passei por períodos em que eu não sabia mais quem eu era de verdade, no agora eu sou a Vanessa, e a Barbara é uma personalidade que aposentou e fica lá no cantinho dela, porém quando estou em situações de perigo, pressão e muito estresse, ela se manifesta e resolve tudo. Lido com esse distúrbio de personalidade até hoje”, revela.


Para superar os traumas adquiridos na indústria pornô, Vanessa segue à risca um tratamento psicológico, faz sessões de terapia e conta com a ajuda do marido e de amigos. “A única coisa que não posso mudar é como as pessoas lembram de mim e nem como acham que eu sou. Demorei muito tempo para perceber que só parando de me preocupar com isso é que eu continuaria a crescer em qualquer área da vida em que eu quisesse. Minha história é de superação”.



O tratamento tem dado resultado e ela segue uma vida normal. Além de investir na carreira como youtuber, Vanessa foi contratada por uma agência de publicidade e tem se destacado por lá. Só nesse ano foi promovida duas vezes e hoje é analista de marketing de influência pleno. “Foi difícil entender e mostrar para as pessoas que o meu passado não atrapalha em nada o meu desempenho como profissional de marketing. Me sinto vitoriosa por conseguir esse emprego”.


No livro, Vanessa também fala sobre a militância contra a violência sexual, que segundo ela ainda está presente na indústria pornográfica. Inclusive ela revela os bastidores das gravações. “São situações bizarras e negativas. Não me rotulo como antiporno, mas sou contra a violência e a humilhação que pode existir nesse mercado. E é sobre isso que discuto no livro. Não sou contra nudez, sexo e sensualidade. Sou contra quando tudo isso acontece em forma de violência, de coesão e imposições. Eu vivi isso”, lamenta.


Depois de lançar sua biografia, que vai trazer alertas importantes para mulheres, Vanessa planeja fundar uma ONG dedicada às profissionais do sexo. “A ideia é oferecer capacitação profissional para aquelas que querem sair desse mercado erótico. O objetivo é oferecer palestras de conscientizações, falando sobre leis, proteção e que trabalhar com sexo é temporário, e que é preciso ter planejamento e estratégia. Ainda vou tirar isso do papel. Tenho essa missão”.


Fotos: Divulgação

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png