• Redação

Estado projeta início das operações do BRT para 2022; modal ligará São Caetano ao Metrô


O governo do Estado de São Paulo revisou a projeção do início das operações do BRT-ABC (ônibus de alta velocidade) para dezembro de 2022 (até então, o prazo estimado era 2023). O modal ligará São Caetano do Sul e a região ao Metrô da Capital. O anúncio foi feito durante a apresentação do projeto ao Consórcio Intermunicipal Grande ABC, na manhã desta quinta-feira (20/5), em Santo André.


O prefeito Tite Campanella participou do ato. Além dos prefeitos das sete cidades da região, o encontro reuniu o vice-governador, Rodrigo Garcia, o secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, e representantes da Systra, empresa contratada para desenvolver o projeto.

A antecipação do prazo foi feita por Baldy, que também projetou o início das obras para até 120 dias. O BRT-ABC transitará em faixas exclusivas. Serão 23 estações nos 18 quilômetros do trajeto, sendo oito delas em São Caetano, ao longo da avenida Guido Aliberti. A expectativa é a de transportar 173 mil passageiros por dia. Os veículos, elétricos e não poluentes, terão ar condicionado e wi-fi.


“Com o BRT, a viagem de São Caetano até a Estação Tamanduateí do Metrô ou à Estação Sacomã, que permite a integração com o Expresso Tiradentes (que liga ao Centro de São Paulo), levará poucos minutos”, constatou Tite Campanella. “Trabalhar por um transporte público mais rápido e eficiente é trabalhar pela qualidade de vida da nossa população.”


O sistema oferecerá três tipos de serviço: Expresso (parando somente nos três terminais (Paço de São Bernardo, Tamanduateí e Sacomã), com percurso total estimado em 40 minutos; Semiexpresso (com oito paradas, sendo três em São Caetano), somando 43 minutos de ponta a ponta; e Parador (com 23 paradas, sendo oito em São Caetano), com tempo estimado total do percurso de 52 minutos.


“O BRT é alternativa coerente, viável, objetiva e rápida para integrar o ABC ao Metrô. Um sistema moderno, que atenderá a população com conforto e agilidade, se integrando a todos os sistemas de transportes municipais”, afirmou Rodrigo Garcia.


PISCINÃO JABOTICABAL

O vice-governador estimou para junho o início das obras do Piscinão Jaboticabal, que será construído na divisa entre São Caetano, São Bernardo e São Paulo – o prazo de execução é de 18 meses. O reservatório terá capacidade para armazenar 900 mil metros cúbicos de água, contribuindo significativamente para o combate às enchentes na região.


eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png