• Gabriela Dutra

Em São Bernardo, Programa de Controle de Tuberculose oferece exame e tratamento gratuitos

Teste para detecção da doença fica pronto em 24h, sem necessidade de agendamento ou consulta; atendimentos são ofertados na Policlínica Centro


O Dia Mundial de Combate à Tuberculose, comemorado hoje (24/3), reforça a atenção sobre o crescimento desta doença, que pode ter entre suas causas os períodos de maior isolamento social na pandemia e a demora para a procura por ajuda médica. Para contrapor esse cenário, a Prefeitura de São Bernardo, por meio da secretaria de Saúde, dispõe do Programa Municipal de Controle da Tuberculose, que oferece tratamento com equipe multidisciplinar, de forma gratuita.

“Uma doença antiga, que pode trazer consequências capazes de comprometer nossa rotina, profissão e colocar em risco a própria vida e a de outros com quem convivemos, quando não tratada corretamente. É fundamental ficar alerta quanto aos sintomas e buscar ajuda médica. O tratamento é gratuito, vamos nos cuidar”, reforça Orlando Morando, prefeito de São Bernardo.

O formato atual do Programa de Controle da Tuberculose é baseado no serviço de orientação, exames e tratamento, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde, por meio do SUS, além dos aparatos e equipe multidisciplinar da Saúde da rede municipal, organizados junto à Policlínica Centro (Av. Italo Setti, 402 - Baeta Neves).

Sem necessidade de agendamento ou consulta, a pessoa que tiver sintomas característicos pode solicitar o teste para identificar a presença do bacilo de Koch, bactéria causadora dessa comorbidade e, se atestar para a tuberculose, em poucos dias já iniciará o tratamento, incluindo o acompanhamento e orientações àqueles que convivem mais próximo do paciente. O exame, chamado baciloscopia, é prático e rápido, com resultado em 24h.

“A tuberculose é uma doença séria, sendo essencial diagnosticá-la antes de seu avanço e possível comprometimento da saúde do paciente. Por isso, reforçamos esse alerta: sentiu algum dos sintomas característicos, busque pelo Programa de Controle Municipal, pois ofertamos todos os elementos necessários para o tratamento e a cura do paciente. Ao se tratar, a pessoa deixa de contribuir à transmissão dessa doença”, explica Dr. Geraldo Reple Sobrinho, secretário de Saúde de São Bernardo.

SINTOMAS E PREVENÇÃO – Tosse persistente, febre baixa, suor noturno, cansaço fácil, além da perda de peso repentina são sintomas da tuberculose, provocados a partir das reações do organismo à presença do bacilo de Koch. A prevenção contra essa doença passa pela aplicação da vacina BCG, que integra o calendário nacional de vacinação, manter sempre os ambientes de casa ou do trabalho bem arejados e evitar aglomerações, especialmente em locais fechados. Já aos que estiverem com a doença ativa, é necessário manter isolamento social, pernoitar sozinho, nas primeiras semanas de tratamento e, na presença de outros num mesmo local, utilizar máscara facial.

NÚMEROS DA DOENÇA – Com a pandemia, detectou-se queda no volume de exames e consequentemente na identificação novos casos da tuberculose. Em 2021, foram realizadas 6.916 baciloscopias, com 259 diagnósticos da doença. Dessas coletas totais, 3.929 foram à 1ª amostra (é necessário coleta em mais de um momento do tratamento). Em 2020, foram 5.017 exames, com 244 detecções da doença. Neste ano, o programa contabilizou 43 pessoas com a doença, de um total de quase 700 amostras.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png