• Victor Oliveira

Contas de 2019 do prefeito Orlando Morando são aprovadas pela Câmara

Vereadores endossaram aval do Tribunal de Contas do Estado, que proferiu parecer favorável para o exercício financeiro do chefe do Executivo em julho; Lei Orçamentária de 2022 também é aprovada

O prefeito de São Bernardo, Orlando Morando (PSDB), obteve aprovação da Câmara Municipal sobre as contas de seu mandato à frente da Prefeitura no exercício de 2019. O amplo aval dos vereadores ocorreu nesta quarta-feira (08/12), durante a sessão parlamentar. O crivo do Legislativo endossa o parecer favorável emitido pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-SP), em julho, destacando situação econômica favorável, por meio de equilíbrio nos gastos públicos, respeitando sempre a responsabilidade e os investimentos de competência do Executivo. A matéria, que recebeu 24 votos favoráveis, contra três contrários e uma abstenção, repete o desempenho obtido pela gestão de Orlando Morando nos anos de 2017 e 2018, que também registrou amplo consentimento do Tribunal de Contas e da Câmara Municipal para a contabilidade executada. AÇÕES – O exercício de 2019, o terceiro ano do primeiro mandato de Morando como prefeito, foi marcado por um amplo pacote de entregas e ações realizadas em São Bernardo, de grande impacto financeiro e infraestrutura. O destaque para as obras entregues ficou para o Piscinão do Paço – entregue em agosto de 2019, com investimento de R$ 353 milhões e que eliminou os problemas de enchentes no Centro da cidade –, além da conclusão dos viadutos Castelo Branco (R$ 52 milhões de investimento) e da Praça dos Bombeiros (R$ 81,5 milhões). Também foram viabilizados em 2019, o primeiro Restaurante Bom Prato, o COI (Centro de Operações Integradas), revitalização do Parque da Juventude e entrega de mais 800 moradias populares. ORÇAMENTO 2022 – Também recebeu ampla maioria de votos na sessão da Câmara de hoje o projeto da LOA (Lei Orçamentária Anual) para o exercício de 2022 e que estipula orçamento de R$ 6.073.309.000,00 ao município. O projeto de lei, que acresce o valor empregado neste ano de 2021 – foi de R$ 5.688.158.000,00 – foi votado na sessão ordinária e recebeu 26 votos favoráveis e apenas um contrário.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png