• Redação

Com mais de 600 mil vacinas aplicadas, São Bernardo tem queda de 70% na taxa de internações

Cidade já imunizou 70% da população adulta com a primeira dose; avanço da vacinação reduziu drasticamente ocupação nos hospitais entre março e julho



A Prefeitura de São Bernardo contabiliza nesta quinta-feira (22/07) a importante marca de 602.990 doses aplicadas da vacina contra a Covid-19. A eficiência da imunização – com mais de 70% da população imunizada com pelo menos a primeira dose e 25% dos moradores com o ciclo completo de imunização –, fez com que os índices de internações em leitos destinados ao tratamento da doença despencassem na rede municipal. Entre março e julho, a taxa de ocupação dos leitos teve queda de 70%.


A rede municipal conta com 537 leitos exclusivos para a Covid-19, sendo que 26% do total estão atualmente ocupados (79 pacientes estão na enfermaria e 60 estão em Unidades de Tratamento Intensivo). No Novo Hospital Anchieta, por exemplo, já há alas completamente vazias. O equipamento foi inaugurado em abril do ano passado, em meio à necessidade de expansão rápida de leitos para tratamento da Covid-19 no município. O hospital dispõe de 100 leitos exclusivos para a pacientes da doença.


De acordo com o prefeito Orlando Morando, o mês de julho já apresenta a menor taxa de ocupação da rede hospitalar municipal, desde novembro do ano passado. “Se compararmos a março deste ano, quando a cidade teve um pico de internações, a queda é de 70%. À época, chegamos a ficar com as unidades de tratamento intensivo 100% ocupadas e taxas de 90% de ocupação em enfermarias. Os resultados são motivadores e mostram que o trabalho sério e com responsabilidade gera frutos. A celeridade da vacinação tem sido imprescindível para alcançarmos estes índices”, destacou o chefe do Executivo.


REDUÇÃO DE ÓBITOS – O número de óbitos também apresentou queda de 64% de março a julho deste ano, especialmente entre o público com mais de 65 anos – faixas etárias com 100% de cobertura vacinal no município. “Embora os números sejam favoráveis, ainda assim não podemos baixar a guarda. A pandemia não acabou, há necessidade do uso da máscara e temos que evitar aglomeração e higienizar sempre as mãos”, reforçou o secretário de Saúde, Dr. Geraldo Reple Sobrinho.


EFICIÊNCIA NA VACINAÇÃO - São Bernardo segue como a quarta cidade do Estado de São Paulo que mais vacinou sua população contra a Covid-19, atrás apenas da Capital, Campinas e Guarulhos. Até esta quinta-feira (22/07), foram aplicadas um total de 602.990 vacinas, sendo 440.273 referentes à primeira dose, 142.479 à segunda e 20.238 doses únicas.


NOVOS GRUPOS – Nesta quinta-feira (22/07), foi aberto o agendamento no site da Prefeitura (https://vacinacovid.saobernardo.sp.gov.br) para aplicação da segunda dose da vacina contra a Covid-19 no grupo de 50 a 59 anos, que foi imunizado com Coronavac em 23 e 24 de junho, e para idosos de 60 a 62 anos que tomaram a vacina de Oxford/Astrazeneca até o dia 7 de maio. Há vagas disponíveis também para os grupos de 30 a 39 anos (primeira dose), de 43 a 62 anos e de 65 a 66 anos (segunda dose), além de outros públicos remanescentes.


DOAÇÃO DE ALIMENTOS – A campanha Vacina Contra a Fome continua com a arrecadação de alimentos não perecíveis nos seis postos de vacinação contra a Covid-19. Uma ação iniciada em São Bernardo em março, por meio do Fundo de Social de Solidariedade (FSS), e que, posteriormente, foi incorporada à campanha do Governo do Estado. As doações podem ser entregues das 8h às 12h e das 13h às 17h. Até o momento, já foram arrecadadas mais de 110 toneladas de alimentos por meio da ação.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png