• Redação

Central de Doações do Fundo Social de Solidariedade de São Bernardo chega à marca de 1.000 toneladas

Ação se consolida como a maior campanha de arrecadação de itens na região, com mais de 67 mil atendimentos já realizados

A Central de Doações do Fundo Social de Solidariedade foi criada em 25 de março de 2020 para atender demandas decorrentes da pandemia de Coronavírus, como a de pessoas que tiveram perda parcial ou total da renda familiar. Com a distribuição de 100 cestas básicas às famílias em alta vulnerabilidade social no Jardim Leblon, a ação atingiu nesta segunda-feira (14/06) a marca de 1.000 toneladas de alimentos distribuídos e se consolida como a maior campanha de arrecadação de alimentos da região. Até o momento, a Central realizou 67.766 mil atendimentos.


Além destes itens, foram entregues 25 mil cachorros-quentes, mais de 82 mil produtos de limpeza e higiene, e mais de 200 mil máscaras por meio do projeto São Bernardo de Máscaras pela Vida. Todas as doações foram feitas pela iniciativa privada e sociedade civil, sem o uso de recursos da Prefeitura. Entre os públicos atendidos mensalmente pela Central de Doações do Fundo Social estão transportadores escolares e monitores, bolsistas da educação especial, árbitros e assistentes da Liga de Futebol amador, taxistas, ambulantes e permissionários, entre outros.


“Em primeiro lugar, meu agradecimento à solidariedade demonstrada por empresários e pela população. Não chegaríamos a essa marca tão importante sem o apoio de todos. Também é o momento de parabenizar o Fundo Social de Solidariedade, que tem trabalhado com muita dedicação para levar o alimento à mesa de quem mais precisa”, afirmou o prefeito Orlando Morando.


PERDA DE RENDA – Com a pandemia de Coronavírus, a dona de casa Pita Lopes de Oliveira, 55 anos, viu os filhos perderem seus empregos. Hoje conta apenas com a renda do marido. Por essa razão, receber uma das cestas básicas doadas pela iniciativa privada e entregues pelo Fundo Social de Solidariedade faz muita diferença.


“Esta cesta que estamos recebendo é uma ajuda muito grande. Minha família está em uma situação muito difícil, só com o meu marido trabalhando. Temos de dar conta de todas as contas do mês e da alimentação. Só tenho que agradecer essa ação do Fundo Social, que está dando comida para quem precisa e está sendo um ponto de dignidade”, disse.


ENTIDADES – Os alimentos doados pela Central de Doações, também atendem famílias em alta vulnerabilidade social do município. Além do Jardim Leblon, diversas comunidades foram atendidas como a da Vila Sabesp, na região do Areião, e Vila Moraes, no Alvarenga. Isso só é possível, segundo a presidente do Fundo Social, Márcia Morando, porque as 50 entidades do terceiro setor tem sido grandes parceiras. “Elas possibilitaram que as doações chegassem em diferentes territórios do município”, disse.


Empresários e pessoas jurídicas que desejam realizar doações, podem entrar em contato pelo telefone (11) 2630-4112 ou pelo e-mail fundo.social@saobernardo.sp.gov.br.


VACINA CONTRA A FOME – A outra frente de arrecadação do município ocorre nos cinco postos de vacinação contra a Covid-19 por meio da campanha “Vacina contra a Fome”. Essa ação convida pessoas que vão se vacinar e seus acompanhantes a levar 1 quilo de alimento não perecível. A campanha é realizada pelo Fundo Social de Solidariedade e Secretaria de Assistência Social do município, com apoio na divulgação do Governo do Estado. Os kits de alimentação são distribuídos para famílias referenciadas nos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social).

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png