• Marcos Paulo Silva

CDHU inaugura 1º espaço pet do Estado em conjunto habitacional de Santo André



A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano), órgão da Secretaria Estadual de Habitação entregou, na última semana, um projeto inédito no Estado de São Paulo. Trata-e de um espaço pet para as famílias que possuem animais de estimação nos 260 apartamentos no Jardim Ipanema, em Santo André, entregues na última quarta-feira (29/12). As unidades são destinadas a famílias retiradas de áreas de risco no Jardim Santo André.


O projeto foi sugerido pela vereadora andreense Dra. Ana Veterinária e acatada pelo governo de João Doria. O objetivo da medida é evitar abandonos de animais.

“As famílias contempladas residiam em habitações térreas e possuem animais de estimação, principalmente cães. Esses beneficiários passaram a residir em unidades com andares e, por isso, apresentei a ideia, aceita de imediato pela CDHU, do espaço exclusivo para que estes animais domésticos sejam levados pelos seus tutores e possam ser soltos da coleira”, conta a vereadora andreense.


Dra. Ana Veterinária disse ainda que o espaço evita que famílias abandonem seus pets, por saírem de locais térreos, geralmente com espaço, para apartamentos. “Sabendo que há no empreendimento um local específico para a diversão dos pets, os moradores se mudam com eles e mantém a relação de amor e carinho que existe entre os tutores e seus filhos de quatro patas”, pontua. O chamado espaço pet é cercado e com portão tipo eclusa, com instalação de alguns equipamentos de agility, para o bem-estar dos animais.



Para o secretário de Estado da Habitação em exercício, Fernando Marangoni, o pioneirismo do espaço pet revela a preocupação com as famílias, seu bem-estar e suas relações. “O empreendimento recebeu investimentos R$ 34,4 milhões da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), e as moradias virão equipadas com kit de eletrodomésticos (geladeira, fogão e micro-ondas) para famílias com renda mensal de até três salários mínimos”, explica Marangoni.

Educação pet

A ideia do projeto pioneiro da vereadora Dra. Ana Veterinária inclui promover ações educacionais sobre guarda responsável, não ao abandono e proteção e bem-estar animal de forma que haja um convívio natural e pacífico entre os moradores que possuem animais de estimação com os residentes que não os tem. “Se faz importante esse trabalho e cito o exemplo de telas nas janelas para evitar a queda dos animais. A limpeza adequada dos ambientes, o descarte de resíduos de forma regular e a importância da castração e vacinação dos pets são abordagens que devem ser feitas junto aos moradores”, explica a vereadora e atuante da proteção animal há mais de 20 anos.

Empreendimento

Os apartamentos têm dois dormitórios, sala de estar, banheiro, cozinha, área de serviço e área útil de 56,62 m², além de unidades adaptadas para pessoas com deficiência. Os cinco blocos contam com estacionamento para carros e motos, playground, equipamentos de ginástica, quadra poliesportiva, horta comunitária e portaria 24 horas.

O financiamento dos imóveis já segue as novas diretrizes da Política Habitacional do Estado de SP, que preveem juros zero para famílias com renda mensal de até cinco salários mínimos. Assim, as famílias pagarão praticamente o mesmo valor ao longo dos trinta anos de contrato. O valor da menor prestação é R$ 220,00.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png