• Redação

CCZ de São Caetano realiza vacinação contra raiva por agendamento e drive thru


O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de São Caetano do Sul está realizando drive thrus de vacinação antirrábica, mediante agendamento prévio. A partir de agora, os donos de animais devem agendar a imunização direto no CCZ. Isso porque, desde o ano passado, por conta da pandemia, o Governo do Estado de São Paulo suspendeu as campanhas de vacinação antirrábica em massa e alterou toda logística de distribuição de doses.

Desde 2020, o Governo do Estado de São Paulo suspendeu a campanha de vacinação antirrábica em todos os municípios. Com isso, as cidades não receberam mais doses para a campanha de vacinação em massa que era realizada durante todo o mês de agosto. As doses passaram a ser enviadas apenas para bloqueio de eventuais focos de raiva.


As vacinas começaram a chegar em lotes para rotina mensal de trabalho com quantitativo que varia mês a mês. “Alguns meses recebemos 180 doses, outros 100. E com a logística de agendamentos prévios estamos conseguindo organizar a aplicação dessas doses uma a duas vezes por mês, em sistema drive thru”, explicou o coordenador do CCZ, Fábio Bertola Agostini.

No início do ano o departamento recebia as ligações e já agendava a vacinação durante a mesma semana. Porém, com a alta taxa de absenteísmo, a equipe passou a apostar no sistema drive thru aos sábados. “Já realizamos três drives e vacinamos 398 cães e gatos. A próxima estratégia, agendada para sábado (25/6) já está com a agenda completa”, explicou Fábio.

A ideia é continuar realizando os drives, uma a duas vezes por mês, vacinando em média 100 animaizinhos a cada dia. O agendamento deve ser feito de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, pelo telefone 4233-7516.

RAIVA

A raiva é uma infecção viral aguda que pode acometer animais e seres humanos, que contraem a doença por uma mordida, arranhadura ou lambedura causada por animais infectados. “A partir dos três meses de idade, cães e gatos saudáveis devem ser vacinados contra raiva, anualmente”, destacou a veterinária Melissa Vautier.

O vírus que provoca a doença ataca o sistema nervoso central do hospedeiro, causando encefalite (inflamação no cérebro) e evolui de forma bem rápida, com índice de letalidade perto de 100%.

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png