• Redação

Avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello recebe asfalto e iluminação de LED

Melhorias fazem parte das obras do Complexo Viário Cassaquera, que têm investimento de R$ 40 milhões

Os moradores de Santo André podem comemorar mais um avanço importante das obras do Complexo Viário Cassaquera: o início da pavimentação asfáltica na avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello e a implantação de iluminação de LED, o que é uma novidade para a região. Parte da nova pista da avenida, onde antes era terra e mato, também já foi beneficiada com as melhorias, facilitando a locomoção da população, principalmente das pessoas que moram na região da Vila Homero Thon.

Ao todo, serão instalados aproximadamente cerca de 160 postes de luz. “As melhorias que nós estamos realizando com as obras do Complexo Viário Cassaquera são uma reivindicação antiga da população. A canalização do córrego, a construção de um novo sistema viário e intervenções de drenagem e de paisagismo no local ajudam a resgatar o orgulho dos moradores”, afirma o superintendente do Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), Gilvan Junior.

Se antes alguns munícipes já cogitaram sair do local por causa de problemas de saneamento e infraestrutura, hoje a realidade é diferente. "Do lado do meu prédio sempre tinha barro e era terrível passar quando chovia. Todo dia eu venho aqui e fico olhando. Não vejo a hora de tudo ficar pronto. Vou ter orgulho de morar aqui”, comemora a aposentada Terezinha Bezerra da Silva, de 60 anos, que mora há quase 30 anos na Vila Homero Thon e já chegou a pensar em vender o apartamento.

Junto à canalização de 1,7 quilômetro do córrego, o Complexo Viário Cassaquera inclui a construção de 3.200 metros de guias e sarjetas, 1.065 metros de galerias de águas pluviais, 71 bocas de lobo e duas travessias sobre o córrego, na altura das ruas Fernando Pessoa e Assis Chateaubriand. Haverá ainda instalação de semáforos e plantio de cerca de 600 mudas na região, como medida de compensação ambiental para mitigar os impactos das obras.

O investimento para as intervenções, que serão entregues à população ainda neste ano, é de cerca de R$ 40 milhões. O recurso é financiado pela CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina).

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png