• Redação

Aldir Blanc fomenta prática literária em São Caetano


A realização dos projetos aprovados nos editais da Secretaria Municipal de Cultura (Secult) em auxílio aos artistas, gestores e aos espaços de uso cultural em São Caetano do Sul, com recursos da Lei Federal de assistência financeira ao setor n. 14.017 (Aldir Blanc), tem mantido vivo e ativo o fazer cultural na cidade.

Além de ser uma importante fonte de renda para os trabalhadores e empreendedores que representam um dos setores mais afetados pela pandemia da Covid-19, vem beneficiando cada vez mais pessoas, dentro e fora do município, a consumir cultura gratuitamente e de maneira segura, a aprimorar conhecimentos por meio de cursos online e - por que não? - a movimentar a prática literária.

“O recurso que chegou para a Lura Editorial (por meio do edital da Secult de subsídio a espaços e territórios culturais) ajudou a manter nossos colaboradores conosco e o espaço funcionando. Estamos muito satisfeitos com os projetos que conseguimos realizar nestes últimos meses, e a Lei Aldir Blanc foi um dos pilares para que fosse possível continuar. Inclusive, estamos finalizando a publicação do livro ‘Vida de Escritor’. No final de maio teremos os exemplares. Posteriormente a obra estará disponível também em e-book”, projeta Aline Assone, que é coordenadora editorial da Lura.

A publicação “Vida de Escritor” reúne 60 desafios diários para aguçar a rotina da escrita criativa. “Abrimos inscrições para qualquer escritor que quisesse participar, criando um desafio para outros autores. Os melhores foram selecionados e publicados neste livro. Muitos dos participantes são alunos do ‘Movimento da Escrita’, que estavam há mais de um mês conosco no curso”, explica Aline Assone.

“Movimento da Escrita” foi o projeto aprovado no edital da Secult de premiação a atividades de cunho artístico e cultural, na linguagem Livro e Leitura. Ele foi o primeiro da editora contemplado em um edital público.

“O projeto estava na gaveta há uns quatro anos e foi pensado para ajudar as pessoas interessadas em escrever um livro a tirá-lo do plano das ideias e conquistar o sonho de publicá-lo”, conta Aline. “Com os recursos da Lei Aldir Blanc, desenvolvemos todo o curso ‘Movimento da Escrita’: o site, as aulas (gravações e edições de vídeo), as apostilas e certificados. Também investimos em anúncio patrocinado para conquistar o maior número possível de inscritos.”

O resultado: o curso teve 1.244 inscritos, de 23 países. As oito horas de vídeo-aulas estão disponíveis em: trakto.link/movimentodaescrita. “Contos e crônicas produzidos pelos alunos do ‘Movimento da Escrita’ já estão disponíveis nas redes, alguns publicados em e-book”, finaliza Aline Assone.

Conheça os trabalhos aprovados com os recursos da Lei Aldir Blanc em São Caetano pelas redes sociais da Secult: facebook.com/agendaculturalscs, instagram.com/secultscs e youtube.com/secultscs, ou por meio do Mapa Cultural: mapacultural.saocaetanodosul.sp.gov.br/projeto/3845.


eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png