• Victor Oliveira

ALCIONE CONSAGRA KARINAH COMO MADRINHA DO ‘PROGRAMA SOCIAL DA MANGUEIRA

Rainha do pagode recebeu o convite de Marrom e Chiquinho da Mangueira para apadrinhar o programa, eleito pela UNESCO como o maior programa social do mundo



“Só existe uma coisa melhor do que o sorriso de uma criança: é vê-la bem encaminhada, e com a madrinha Karinah esse sorriso será ainda maior”. Com essa frase dita por Tia Alice, uma das fundadoras do programa, é que Chiquinho da Mangueira - Fundador e Superintendente do programa - deu as boas-vindas à Karinah, nova madrinha do Programa Social da Mangueira, na tarde de ontem (08) na Vila Olímpica da Mangueira, no Rio de Janeiro. Na cerimônia de posse, estavam ainda presentes: o cantor Dudu Nobre, o presidente da escola de samba ‘Estação Primeira de Mangueira’ Elias Riche, a rainha de bateria da Mangueira Evelyn Santos, o Mestre-Sala Matheus e a Porta-Bandeira Squel.


fotos: Guto Costa


Emocionada, Karinah agradece “Esse projeto faz a diferença na vida das pessoas e é isso que me move, é por isso que estou aqui. Obrigada Chiquinho da Mangueira e Alcione, por me escolheram para fazer parte desse projeto que é tão importante na vida das pessoas” e ainda confessa “Não vejo a hora de arregaçar as mangas e começar logo os trabalhos. A luta continua. Seguimos juntos”. A cantora Alcione é amiga de Karinah e uma das fundadoras do projeto.


Karinah conta também como foi convidada “Recebi o convite do Chiquinho da Mangueira e imediatamente pedi para conhecer o Programa Social. Quando eu cheguei no complexo, fui recebida pessoalmente por ele e conheci todos os espaços, as quadras, os projetos voltados para os esportes - que é muito forte -, o posto de saúde, os cursos profissionalizantes, educação financeira, jovens aprendiz… É um projeto especial e grandioso, e aceitei prontamente o convite para ser madrinha porque no Programa tudo é levado muito a sério e deveria ser aplicado no Brasil todo”


O Programa Social da Mangueira foi eleito pela UNESCO como o MAIOR PROGRAMA SOCIAL DO MUNDO. O projeto já criou vários craques como os jogadores de futebol Philippe Coutinho da seleção brasileira e Kayky do Fluminense. Alguns atletas olímpicos também saíram das bases do programa como Gabriel Constantino, que competiu em Tokyo 2020 na prova de 110mts rasos com barreiras. A sede do Programa Social da Mangueira já recebeu visitas ilustres como de Pelé e, também, internacionais como o ex-presidente norte americano Bill Clinton, e o atleta Usain Bolt, que correu na pista de atletismo da sede.



Sobre o Programa Social da Mangueira

Foi embaixo do Viaduto Cartola, na Mangueira, que nasceu, há 25 anos, o sonho que seria responsável pela transformação na vida de milhares de pessoas. Fruto da ousadia de um jovem idealista e dos dirigentes da Verde e Rosa, o mundo ganhou o Programa Social da Mangueira, reconhecido modelo de combate à pobreza, à desigualdade social e à exclusão nos países em desenvolvimento.


A convite do então Presidente da Estação Primeira de Mangueira, Carlos Dória, o Professor de Educação Física, Francisco de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira, sem infraestrutura e equipamentos, abraçou seu ideal em “transformar vidas oferecendo cidadania”, conquistando a admiração de voluntários imprescindíveis para a execução desse projeto. Segundo Chiquinho, a ajuda de Tia Alice, Agrinaldo, Dona Zica, Dona Neuma, dos ex-presidentes da agremiação Álvaro Luiz Caetano e Elmo José dos Santos, da cantora Alcione, entre outros, foi fundamental para a implantação e crescimento do projeto que trouxe vida e esperança para milhares de pessoas.


Nascido inicialmente como um programa esportivo, com a criação da Vila Olímpica da Mangueira, o Programa Social seguiu seu objetivo através do desenvolvimento de atividades esportivas organizadas, educando e formando cidadãos com autonomia, tendo na manifestação do esporte educacional sua sustentação, com a participação de crianças, adolescentes e da melhora na qualidade de vida para a terceira idade.


Além do Centro de Referência Esportiva, que possui equipes de atletismo, basquete, futebol, ginástica rítmica, natação, boxe e levantamento de peso, e realiza trabalhos específicos com a terceira idade e com pessoas portadoras de deficiência, o Programa Social da Mangueira atua em diversas áreas, como:

Cultura – com a Mangueira do Amanhã e o Projeto Dançando Para Não Dançar;

Educação – com a Escola Tia Neuma, o Santa Mônica Centro Educacional, o Ciep Nação Mangueirense Governador Leonel de Moura Brizola e com a UniverCidade;

Ensino Profissionalizante – através do Camp Mangueira e do Centro Profissionalizante BM&F Bovespa Mangueira;

Cidadania – com os projetos Vidro é Cidadania e Casa-Lar;

Saúde – no Centro Municipal de Saúde Tia Alice, da Clínica da Família Dona Zica e com atendimentos de fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, psicologia e clínica geral.


O Programa Social da Mangueira tornou-se referência no Brasil e no mundo. Considerado o MAIOR PROGRAMA SOCIAL DO MUNDO, pela UNESCO, foi reverenciado e premiado pelo ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e pelo ex-ministro dos Esportes, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.


Com o crescimento do Programa Social, nasceu o Instituto Mangueira do Futuro, que hoje agrega todos os valores do passado e projeta, no próprio nome, dias melhores em busca de cidadania e um futuro com dignidade a todos que são beneficiados pelo projeto.


Saiba mais em: https://www.instagram.com/programasocialmangueira/

eliane-silex-preto-po-90x90cm-01.jpeg.png